Tag: Rotatividade nas empresas

A importância da retenção de talentos

O mercado de trabalho está cada vez mais concorrido e os profissionais da atualidade não se contentam em permanecer apenas em sua área, mas investem em capacitação para se tornarem cada vez mais versáteis, em busca de oportunidades melhores.

Neste cenário, a troca frequente de emprego tem crescido no meio profissional, o que leva as empresas a terem uma maior rotatividade de profissionais capacitados.

Investir em práticas e políticas para manter os colaboradores na organização pode ajudar a diminuir a taxa de turnover e garantir os melhores profissionais em sua equipe.

Para que isso aconteça, a retenção de talentos aparece como uma estratégia que visa a permanência dos colaboradores a longo prazo na empresa, evitando perdê-los para a concorrência.

 

O ambiente

A retenção de talentos está diretamente ligada a qualidade de vida do funcionário dentro da empresa. Um ambiente hostil, sobrecarregado de tarefas, com falta de comunicação por parte da gestão e que desmotive os trabalhadores são alguns dos fatores que podem levá-los a se demitirem.

Alguns fatores devem ser notados:

– O comportamento de seus funcionários;

– A demanda de trabalho estar sobrecarregando o colaborador;

– Se a cultura de trabalho é motivadora;

– Se a empresa está oferecendo o treinamento específico para o trabalhador;

– Se existe abertura para diálogo, expressar ideias e receber feedback.

A desatenção com os funcionários pode gerar frustração.

 

Práticas

Algumas práticas de valorização podem ser implementadas na política da empresa, como a oportunidade de crescimento e desenvolvimento profissional, o incentivo à capacitação dos colaboradores e a motivação para alcançarem novas metas.

Separamos algumas dicas para que você possa criar o seu plano de retenção de talentos:

– Crie um plano de carreiras: através dele, o colaborador pode visualizar suas possíveis oportunidades dentro da empresa e almejar o crescimento profissional.

– Estabeleça uma política de contratação: auxiliando na adaptação do novo colaborador, fazendo com que ele esteja em sintonia com a forma de trabalho da empresa.

– Desenvolva talentos: crie um ambiente de trabalho que faça seu funcionário se sentir uma parte importante da empresa.

– Comunicação aberta e honesta: nada melhor do que trabalhar em um local onde há comunicação entre as pessoas e uma relação transparente entre colaboradores e gestores.

– Oportunize o crescimento: desenvolva seus colaboradores, motive-os para que cresçam e tenham sucesso. Ofereça oportunidades de aprendizado.

 

Proporcionar um ambiente organizacional saudável é interessante para os colaboradores. Não deixe de adotar estas práticas para que sua empresa possa ter um time coeso, com a participação dos melhores profissionais. Consulte o culture code de outras empresas para se inspirar.

 

Saiba mais sobre as tendências de RH em nosso blog.
Curta e compartilhe a nossa página no Facebook.

Rotatividade nas empresas gera prejuízo para empregadores e empregados

Saiba identificar causas e consequências da rotatividade nas empresas Continue lendo

© 2021 Blog Missão RH